Primeira unidade exclusiva desse tipo de combustível apoia-se na tendência de alta da produção, que já bateu em 100 milhões de toneladas

A chamada safrinha cresceu, foi batendo recordes, tornou-se uma supersafra que, pela primeira vez, beirou os 100 milhões de toneladas de milho. São tantos grãos que, quando se anda pelas principais regiões produtoras do Mato Grosso, é difícil não encontrá-los armazenados ao ar livre ou em silo bags – sacos feitos de um plástico especial – com até 90 metros de comprimento, nos quais o cereal pode ficar guardado por até um ano.

O cenário não é novo, mas em Lucas do Rio Verde (MT), ele começa a mudar. Seis quilômetro depois da Preciosa, a estátua de uma galinha de 10 metros de altura, no trevo da rodovia MT-449 com a avenida da Fé, deverá ser inaugurada esta semana a primeira usina de etanol feito exclusivamente de milho do Brasil, a FS Bioenergia. Até então, o etanol de milho produzido no País saía de usinas flex, que fabricam tanto etanol de cana, quanto do grão.

Leia a Matéria completa aqui.

Lançamento é considerado maior passo da montadora. Modelo será vendido por US$ 35 mil e concorrerá com Chevrolet Bolt e Nissan Leaf, que têm preços semelhantes.


Tesla entregou nesta sexta-feira (28) seu primeiro modelo de carro elétrico "popular", o Model 3, nos Estados Unidos. A montadora especializada nesse tipo de veículo até agora só tinha lançado modelos mais caros.
O Model 3 concorrerá com o hatch Bolt, da Chevrolet (lançado neste ano nos EUA), e com o Leaf, da Nissan (elétrico mais vendido no mundo).


As primeiras 30 unidades do Model 3 entregues foram adquiridas na pré-venda aberta em abril de 2016, a maioria por funcionários da Tesla. Para reservar o carro, que custa a partir de US$ 35 mil (cerca de R$ 110 mil, era preciso dar um sinal de US$ 1 mil. Segundo o presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, foram feitas meio milhão de reservas.

 

Leia a metéria completa aqui.

as bicicletas estao chegando

 

 O IntegraUFRJ é um projeto de mobilidade urbana sustentável financiado com recursos do Fundo Verde UFRJ que irá disponibilizar bicicletas para compartilhamento na Cidade Universitária da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

O uso será gratuito para estudantes e funcionários da UFRJ por meio de aplicativo.
O projeto será inaugurado em setembro deste ano.  Saiba mais em: www.fundoverde.ufrj.br