Screenshot 2

 

 

 

 

 

 

 


Publicação do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais utiliza informações levantadas durante 17 anos e aponta grande potencial ainda não aproveitado. O Brasil tem grande potencial de geração de energia solar não explorado no chamado Cinturão Solar, área que vai do Nordeste ao Pantanal, incluindo o norte de Minas Gerais, o sul da Bahia e o norte e o nordeste de São Paulo. É o que indica a segunda edição do Atlas Brasileiro de Energia Solar do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que será lançado em julho. Os dados informam a quantidade e a disponibilidade da radiação solar, e a variação de potência dos raios, como os fatores climáticos – notadamente a presença de nuvens – que influenciam a disponibilidade e a influência da topografia para a incidência dos feixes de luz solar.
Fonte: Portal Brasil

Acesse a matéria completa Aqui!

O projeto feito do zero incluí 40 mil árvores e quase um milhão de plantas. Projetada pelo arquiteto italiano Stefano Boeri, a primeira "cidade floresta" da China, e do mundo, está em construção. A nova metrópole verde deve ficar em Liuzhou e acomodar cerca de 30 mil pessoas, com casas, hotéis, escritórios, hospitais, escolas e tudo aquilo que uma cidade tradicional precisa. O ousado plano é inspirado, entre outros projetos, na "floresta vertical" construída por Stefano em Milão.


Fonte: CasaVogue.Globo.com

Acesse a matéria completa Aqui!

 

E se as cortinas das janelas da sua casa pudessem fornecer energia elétrica para os seus eletrodomésticos, além de, é claro, sombrear os cômodos? Essa é a ideia por trás das novas persianas solares da SolarGaps. Trata-se de um produto inteligente projetado para rastrear o sol e que pode ser controlado por meio de um aplicativo de celular. A empresa afirma que é possível uma economia de energia de até 70% com ela. A nova cortina pode gerar até 100 watts de energia por 10 metros quadrados de uma janela, o que é suficiente para manter ligado três notebooks ou 30 lâmpadas de LED, de acordo com a companhia.

Fonte: EcoGuia

Veja a matéria completa Aqui!