A Heliogen, uma startup do setor de energia apoiada por Bill Gates, anunciou uma nova tecnologia que se utiliza da inteligência artificial e de espelhos concentradores de energia solar para superar temperaturas superiores a 1.000°C, o que pode vir a ser um divisor de águas na luta contra a crise climática.

Atingindo este nível de temperatura, a tecnologia pode substituir o uso de combustíveis fósseis em processos industriais críticos, incluindo as produções de cimento, aço e petroquímicos, reduzindo drasticamente as emissões de gases de efeito estufa dessas atividades.

Os sistemas concentradores solares comerciais anteriores conseguiam atingir temperaturas de até 565 °C, temperatura útil para a geração de eletricidade, mas insuficiente para muitos processos industriais.

Leia mais em Clima Info.