A startup brasileira Sunew é líder mundial em filme fotovoltaico orgânico (OPV), uma membrana leve e flexível capaz de gerar energia solar. A tecnologia é mais eficiente e sustentável do que as placas de energia solar tradicionais.


Entretanto, o maior diferencial da empresa está em pensar em soluções integradas aos espaços urbanos. A ideia é esquecer o modelo em que a usina está distante da sociedade e a energia vem através da tomada. Tiago Alves, engenheiro eletrônico, empreendedor e CEO da startup, diz que “imagina um futuro onde você se liberta do buraco da parede”. Nesse sentido, as instalações da Sunew fazem parte do cotidiano das pessoas de forma ativa.

Para tornar o conceito mais claro, um exemplo é o “totem” fotovoltaico que a startup desenvolveu, e pode ser instalado em locais públicos como o jardim de um hotel. “O ‘totem’ tem formato de flor, em que as pétalas são membranas energéticas e que fazem sombra, onde se pode recarregar celular, toca música direcional (você só ouve se estiver embaixo das pétalas), tem iluminação noturna e até um sistema ‘cooler’, que gela bebida. Tudo num mesmo produto”, explica o empreendedor pernambucano à StartSe.

 

Leia mais em StartSE

NIKE team