Frota de carga emitiu em 2016 mais do que todas as termelétricas fósseis somadas, mostra nova análise de dados do SEEG

O transporte de cargas no Brasil emitiu em 2016 quatro vezes mais gases de efeito estufa do que a Noruega emite anualmente. Apenas os caminhões lançaram no ar 84,5 milhões de toneladas de CO2equivalente*, mais do que todas as termelétricas fósseis em operação no país (54,2 milhões de toneladas).

Os dados são de uma nova análise das emissões do setor de energia do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa), publicada nesta quarta-feira (13) pelo Observatório do Clima. O relatório mostra que a frota de caminhões foi o principal emissor de poluentes climáticos do setor de energia no Brasil naquele ano, o mais recente para o qual há dados disponíveis. E indica como será difícil descarbonizar esse segmento da economia, em especial após a greve dos caminhoneiros, que resultou num aumento do subsídio ao óleo diesel.

Leia Completo em Observatório do Clima